“Dois bicudos não se beijam” e “Dois bicudos não se bicam”

Esta é uma expressão que já foi muito usada, mas hoje está sumindo, é a expressão “dois bicudos não se beijam” que tem como variante “dois bicudos não se bicam”.
Você pode pensar que bicudo se refere a quem tem bico, como as aves, não é mesmo? Mas essa expressão não tem nada a ver com aves. Desde o começo do século 19, eram comuns no Nordeste umas facas estreitas, compridas e muito pontudas, chamadas de bicudas, também apelidadas de “lambedeiras”ou “pernambucanas”. Quem usava uma bicuda era chamado de bicudo, termo também empregado para definir alguém zangado, mal-humorado, irritado. Então quando dois bicudos se encontravam, é claro que tudo poderia acontecer, menos qualquer demonstração de afeto como um beijo. A expressão acabou se espalhando pelo Brasil inteiro.

facas estreitas, compridas e muito pontudas, também apelidadas de “lambedeiras”ou “pernambucanas”.

BICUDAS: facas estreitas, compridas e muito pontudas, também apelidadas de “lambedeiras”ou “pernambucanas”.

Fontes:
Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa

O guia dos curiosos: língua portuguesa – Marcelo Duarte

linguaportuguesa@furb.br
(47)3321-0600

0 Responses to ““Dois bicudos não se beijam” e “Dois bicudos não se bicam””



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: