Acordo ortográfico da língua portuguesa VI

O acordo, como o próprio nome deixa claro, abrange apenas a ortografia, isto é, a escrita correta das palavras. Naturalmente, uma unificação que pretendesse atingir, por exemplo, o vocabulário, o léxico da língua, não seria bem sucedido, pois aí entraríamos no campo das diferenças regionais ou geográficas no uso da língua. Você certamente já observou que existem palavras diferentes para se dizer a mesma coisa, dependendo da região de quem fala. Por exemplo, em certas regiões do Rio Grande do Sul se usa a palavra guisado para se referir à carne moída. Em localidades do Nordeste, se usa a palavra macaxeira, para aquilo que chamamos de aipim ou de mandioca. Aqui na região, por influência do alemão, usamos a palavra chimíer, para designar geléia. Temos ainda o verbo chimiar, no sentido de preparar o pão, passando manteiga ou geléia. Essas diferenças decorrem, entre outros fatores, das influências que cada região sofreu durante sua formação e pelo fato de uma região constituir uma comunidade lingüística geograficamente limitada.
Essas diferenças vocabulares refletem o uso vivo da língua em diferentes regiões.

linguaportuguesa@furb.br
(47)3321-0600

0 Responses to “Acordo ortográfico da língua portuguesa VI”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: